Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Zeus

Leonora Rosado

07/12/2020 16:03

Feriu-se no anel de Júpiter
E todos os prados que eram verdes
Tornaram-se hulha e destruição
O sangue de Zeus cingindo a aurora boreal
Fez-nos descer das colinas
E durante sete anos o vulcão
Ininterruptamente
Desferiu sangue fervente das entranhas de Reia
Ganímedes era a excelsa e única luz
Nos espinhos de Gea