Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Uma flor que cantará eternamente

Isabel Pereira Rosa

23/05/2019 01:06

Uma flor que cantará eternamente

Em abril tudo renasce;
As flores rompem a neve
E até o irreparável pó se ergue
Em escultura viva.
Contudo, talvez seja tempo de parar
Para pensar no que sobrará da vida
Depois do último abril:
O que criámos, o que inventámos,
Os sorrisos que semeámos
E que despontarão em cada memória.
Não, não creio
Que em abril tudo renasça,
Mas acredito que no meu país,
Mesmo nas mais tristes primaveras,
Haverá sempre jardins nos olhos,
Sinfonias no peito
E uma flor que cantará eternamente.