Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Um poema impossível

Isabel Pereira Rosa

26/03/2022 01:22

Um poema onde guardar inteiro
este tempo absurdo, paradoxal;
onde guardar-te, guardar-me,
fixar em palavras concisas e certeiras
este fantasma que desliza e escorre
pelas paredes do bem e do mal;
um poema impossível de escrever
ou de dizer, apenas capaz de arrancar
alguma raiva das paredes, alguma dor,
alguma breve alegria, e colá-las
aos dedos falaciosos da memória.