Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Triste despertar

Edilde Lima de Aragão

12/11/2013 16:22

Ontem, sonhei contigo: um sonho belo,
Maravilhoso, doce, original.
Daria tudo p’ra poder vivê-lo
E transformá-lo num sonho real.

Sonhei que era o mais feliz mortal.
Que fervoroso, te beijava os pés.
Tua beleza era escultural,
Mas... não eras mais linda do que és.

Só despertei p’ra ter desilusão,
Para ter de ocultar que és tão querida,
Pois já pertence a alguém teu coração.

E p’ra acordado sofrer dessa maneira,
Antes ficasse dormindo toda a vida
E sonhasse contigo a vida inteira.