Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Tragam-me o mar

Dalila Moura

25/02/2021 13:56

Tragam-me o Mar em pucarinhos de barro
Envoltos em urzes e camarinhas.
Tragam-me o bailado e o sussurro das ondas
No lés a lés de um olhar afoito
No desfazer da espuma sobre a pele
E o mel do querer. Tragam-me as sete danças
Do sal. O descanso, adormecido no areal
Em braços de algas e vazio de conchas sob os pés.
Tragam-me o verde dos olhos e a bruma.
A dança dos barcos entre a espuma
Que flutua, oscila e se espraia entre as marés
Onde os corpos se agitam.