Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Se todo amor

Solange de Aragão

14/07/2020 01:59

Se todo amor pudesse em si ser infinito,
ou ser eterno como o sonho mais bonito...
Se todo amor tivesse sempre um novo encanto
em cada saudade, em cada momento, em cada pranto.

Se todo amor trouxesse novas esperanças
sem mais receios, medo, dor ou esquivanças.
Se todo amor subisse ao céu bem de mansinho
e lá ficasse sem sair de seu caminho...

Se todo amor pudesse ser, ao ser sincero,
somente lindo, somente tenro, somente terno
e, sendo amor, ainda que alegre, ainda que triste,
por ser amor fosse capaz de ser eterno...

(In Palavras de Poetas – Antologia IV – Physis Editora)