Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Pequenas nuvens de luz

Isabel Pereira Rosa

22/04/2017 02:24

Pequenas nuvens de luz

Uma ameixa muito senhora de si
aspirante a sol
foi, por castigo dos deuses,
condenada a ficar
até à eternidade
à margem
do vaso da felicidade.
E nem as mãos de fada
que a sua pele tocaram
a puderam libertar.
Ficou eternamente
a suspirar, a murchar
e a olhar suas irmãs
que apenas sonharam ser
pequenas nuvens de luz
entre nuvens cinzentas
ou simplesmente
sumo
a beijar a boca de uma criança.