Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Olhos sem luz

Edilde Lima de Aragão

02/11/2014 01:13

Olhos sem luz que um dia já viveram
Iluminados pelo teu olhar.
Olhos hoje, tão tristes, já fizeram
Inveja à claridade do luar!

Olhos lindos e claros, quais estrelas
O firmamento imenso a iluminar,
Eram meus olhos quando em noites belas
Desfrutavam a ventura de te amar.

Olhos sem luz, quase sem expressão,
Traduzindo o meu grande tormento
Nesta vida de dor que eu lamento...

Eram meus olhos baços, sem paixão.
Um dia tu chegaste a iluminá-los
E por maldade tornaste a turvá-los.