Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

oh sôfrega aventura dos lábios e das uvas

Isabel Mendes Ferreira

02/11/2014 01:18

oh sôfrega aventura dos lábios e das uvas
martírio de veludo
floresta de dedos de ébano perfumes violentos
dorsos altivos
deuses morenos de nervos crespos
oh lobos de março colados à minha cintura
deixem-me um delito
uma sombra
uma sala bordada e todo o musgo proibido

preciso da lua para me transformar em borboleta
não posso adormecer.

(in UM CORPO (SUB) EXPOSTO, p. 31)