Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

O mar, águas ora plácidas, ora revoltas, como a vida,

Humberto Lima de Aragão Filho (Editor)

16/03/2015 01:19

O mar, águas ora plácidas, ora revoltas, como a vida: dia e noite, sorriso e lágrima, presença e saudade, desespero e esperança, mas sempre o sonho da calmaria depois da tempestade.