Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

neste silêncio em que te rezo

Isabel Mendes Ferreira

17/11/2015 01:10

neste silêncio em que te rezo. guerreira de um cântico sem
tréguas. mendiga da luz.
entrego-te a palavra assim simplesmente. simplesmente
a recorrência de um silêncio a que nos entrego. profeta e
veneno mel sumptuoso. tudo o que é voraz e ao mesmo
tempo quieto. tão quieto
que pode ser dádiva. uma e outra vez. todas em que
seremos chão.