Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Na garganta de um vento inseguro

Leonora Rosado

20/09/2019 01:40

Na garganta de um vento inseguro
Poluí de sal gueiros
A mão do timoneiro
O seu leme é o mar
A sua onda é a nuvem
O céu é um astrolábio infindo
O corpo uma bússola secreta
Onde as silvas costuram cicatrizes