Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Metade de lágrima

José Rodrigues Dias

27/09/2014 01:56

Comovido pela ternura da tua doce mensagem
E pela negrura de oposta imagem,
Ofereço-te como flor
Metade de uma lágrima
Meada de prazer e dor:
A metade sem sal,
A parte doce;
Só a metade sem sal,
Como se flor fosse!

Ofereço-te como flor
Essa metade toda com doçura;
Eu fico com a metade de toda a agrura!