Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Lança-me o isco

Leonora Rosado

27/06/2018 21:20

Lança-me o isco
Pequeno poema
Vê como natural é a minha escrita
Como transparente se tornam os versos
Que caminham pelos dedos
Vê como sangram translúcidas
As veias do meu descontentamento
Se puder engulo o manuscrito
A arder na minha garganta
Sufoco de te ter morro se não te alcanço