Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

José Rodrigues Dias

José Rodrigues Dias

Nasceu em 1951, em Talhas. Vive em Évora, Portugal.
É “Aprendiz de Poeta”, há poucos anos, cultivador pobre da Beleza. É um semeador da Terra.
É Engenheiro Electrotécnico (1975), Doutor em Ciências Matemáticas (1987) e tem o título de Agregado em Estatística (2001). Teve o raro privilégio de ter dado, com outros dois Colegas, a primeira aula da restaurada Universidade de Évora.
Em 2011, foi-lhe atribuído o título honorífico de Professor Emérito por lhe ter sido reconhecido “excepcional mérito e competências e prestado relevantes serviços à universidade”. Para além de presidente de órgãos muito diversos e de Pró-Reitor, foi Provedor do Estudante.
Tem uma vasta obra científica publicada quer em Portugal quer no estrangeiro, desde 1976, muito à volta dos números e das fórmulas, às vezes tendo estes uma beleza rara e singularmente simples. Em relação ao “paper” com o título “Optimal economic solution for a normal sampling intervals method in quality control”, publicado na revista “International Journal of Quality & Reliability Management”, Vol. 26, No. 1, 2009, cito: “... has been included among these (up to three Highly Commended Papers from the previous 12 months) and I am pleased to inform you that your article has been chosen as a Highly Commended Paper at the Literati Network Awards for Excellence 2010.”.
Foi criador (com outro Colega, no início) e gestor, nesses últimos trinta anos, de uma empresa de informática, tendo tido, então, a visão estratégica inovadora (embora, na altura, arriscada) da importância da ligação do meio universitário restrito ao quotidiano do mundo empresarial. Montou (“assemblou”) e reparou milhares de computadores e escreveu dezenas de milhares de linhas de código em diversas linguagens, síntese de “hardware” e de “software”. Foi reconhecido pela Intel como IPI (Intel Processor Integrator) em 1996.
Aprendiz de Poeta, inesperadamente, publicou em 2010 e 2011 os dois primeiros livrinhos de Poesia (Braços Abraçados, Tartaruga Editora, 2010, e Traçados Sobre Nós, Chiado Editora, 2011) e participou, com alguns poemas, em meia dúzia de Antologias.
Tem-se atrevido, nestes (quase) dois últimos anos, no seu blog “Traçados sobre nós”, quase diariamente, a escrever e a publicar um pequeno texto poético com traços de vidas, interrogando-se e interrogando a Vida através das faces da sua própria vida, de si mesmo, diverso e uno.
Évora / Outubro, 2 / 2013

Filtrar por categoria: