Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

J. Freire Ribeiro

J. Freire Ribeiro

1911-1975

“Freire Ribeiro nasceu poeta, viveu como poeta e da Poesia e como poeta morreu. As últimas palavras que pronunciou e que foram recolhidas pelo seu dileto amigo Antonio Carlos Vasconcelos que lhe assistiu ao trespasse, atestam a sensibilidade de um poeta: "Adeuses...Saudades...” (Urbano Neto)

Filtrar por categoria: