Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Há uma urgência de luz nestes dias planos

Isabel Pereira Rosa

01/11/2015 02:12

Há uma urgência de luz nestes dias planos
Plenos de queixumes e assombros
De farpas e mananciais de ódio.
Querem os olhos acordar para a claridade e o esplendor
Mirando as meigas plantas que assomam na sua plenitude
Desconhecendo facas e punhais.
É essa leveza purificadora
Essa parte imortal que não mede o tempo
E purifica as horas
Que mantém os sonhos
Cavalgando no murmúrio do vento.

In “Uma pedra contra o peito”