Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Francisco Maciel Silveira

Francisco Maciel Silveira

É Professor Titular de Literatura Portuguesa na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde obteve os títulos de Mestre, Doutor e Livre-Docente, com trabalhos em torno da oratória sagrada dos Padres António Vieira, Manuel Bernardes e da comediografia de António José da Silva, o “Judeu”.
Crítico literário, tem publicado ensaios e resenhas em periódicos do Brasil e do Exterior. Ficcionista e poeta, com mais de vinte prêmios literários nos âmbitos da ficção, poesia e ensaio, é autor de dois livros de contos (Esfinges, 1978; A caixa de Pandora: aquela que nos coube, 1996) e um de poemas (Macho e fêmea os criou, segundo a paixão..., 1983), além de dois outros no limbo da gaveta.
Nos âmbitos didático e ensaístico, publicou Português para o segundo grau, 1979; 5 ed. 1988; Aprenda a escrever, 1985; 2 ed. 1989; Padre Manuel Bernardes – Textos doutrinais, 1981; Poesia clássica, 1988; Literatura barroca, 1987; Concerto barroco às óperas do Judeu, 1992; Palimpsestos – uma história intertextual da Literatura Portuguesa, 1997; 2 ed., 2008; Fernando Pessoa(s) de um drama, 1999; Ó Luís, vais de Camões?, 2001;2 ed,. 2008; Saramago – Eu-próprio o Outro?, 2007; Eça de Queiroz: O mandarim do Realismo Português, 2010; Canteiro de Obras, 2011; Exercícios de caligrafia literária: Saramago quase, 2012.
Tratando de pinturas e pintores, desenvolve o site Pinceladas sobre a pintura alheia: http://www.pinceladas-fms.com.br

Filtrar por categoria: