Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Exortação ao vento

Isabel Pereira Rosa

15/07/2020 02:31

Ar que circulas violento
E acinzentas o meu verde olhar,
Isto é uma exortação
Ou uma prece, se quiseres:
Deixa-te flutuar ou embalar
Nos braços da tua amada,
Deixa-me pairar,
Num sopro tranquilo e doce,
Ou acelera em direcção ao oriente,
Rumo àqueles países
Que nos querem sufocar.
Leva tudo o que fede
Aqui também,
Clareia o ar
E enverdece de novo o meu olhar.