Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Eram os Coelhos e as Galinhas

Isabel Pereira Rosa

23/03/2017 01:20

Eram os Coelhos e as Galinhas




Eram os coelhos e as galinhas
os primeiros, de manhã,
a ganhar carinhos,
e os pintos,
pegava-lhes ao colo
e adoçava a voz.
Era a mãe dos meus seis anos,
que amava sem dizer.
E o pai,
que me empoleirava nos joelhos magros
e me beijava o rosto e os cabelos,
debruçava-se sobre o seu ombro
e imitava o seu mimar dos pintainhos.
Eu sonhava com o mel da voz da minha mãe
adoçando coelhos e galinhas,
e perseguia-a pela casa
em busca de uma réstia de doçura.
Hoje tenho dois cães
meigos e doces, quase cor de mel.
São eles os primeiros, de manhã,
a ganhar os meus carinhos.
E os meus pais, sempre acordados em mim,
enviam-me um sorriso
embrulhado no primeiro raio de Sol.