Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

em sossego _______________________

Isabel Mendes Ferreira

25/10/2014 22:47

em sossego________________________

"E uma "furtiva lágrima" rola no meu rosto ao contemplar a beleza, os sentimentos, esse divino saber dizer, tão único. Única, irrepetível, deusa de gente vestida da renda de outro tempo. Tempo de harpejos e memórias de beijos. Nunca conheci ninguém assim. Nunca conhecerei".
__________dizias. com a gravidade terna de quem nomeia o êxtase e se deita sobre uma cama de punhais. era o texto a ser passagem do chão para o omisso e a saudade do soalho a cheirar a laranjas. nunca mais as coisas foram outras que não pó de ouro sobre a mesa onde o caos foi ordem e o adeus o outro lado do oceano. são pequenas as tuas mãos pequenos anjos que choram em ressurreição. e uma furtiva lágrima é hoje oceano de fogo à minha porta.caudal de chuva muda.