Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Cortámos os dedos

Leonora Rosado

18/01/2020 02:47

Cortámos os dedos
A voz
Por fora tudo era visível
O rosto
Os sinuosos contornos
Tudo era apreensível
Mas por dentro
Uma foice ardia
Coisas inexplicáveis
Jamais vistas
Clepsidras do avesso
Onde a palavra morria
Sem qualquer etecetera