Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Carnaval de mar

José Rodrigues Dias

18/02/2016 15:01

Carnaval de mar


Uma velha manta cor de chumbo,
puída, já remendada,
cobre o mar
em fim de tarde...

Bem à superfície, à flor da pele,
na perpendicular, corre um rio de oiro
nascendo naquele olho de luz
lá naquele fim do mundo,
a poente...

Na horizontal, como que a sambar,
avenida abaixo, avenida acima,
ar fresco para respirar,
longo o areal,

de branco,
como ondas,
milhares e milhares...,

estão pintadas de branco,
são milhares e milhares
de gotículas de água e sal...