Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Anoitecer

Isabel Pereira Rosa

29/01/2018 01:58

Já anoitece e sei tão pouco,
Muito mais de sorrisos e de lágrimas
Do que de História ou de Geografia,
Porque sou mais sentir do que saber,
Porque sempre fui mais noite do que dia.
Por isso, quando anoitece,
Sinto a vertigem de estar viva,
Mesmo não sabendo nada,
Mas também a nostalgia do dia esmaecido,
Em que nada mudei ou acrescentei ao mundo
Por nele ter vivido.