Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Adília César

Adília César

Adília César nasceu em Lagos (1959) e reside em Faro. Exerce actividade profissional como educadora de infância e formadora no âmbito da Didáctica das Expressões Artísticas. A sua formação académica vai ao encontro dos seus gostos pessoais – todas as formas de educação artística – sendo Mestre em Teatro e Educação, pela Universidade do Algarve.
Publicou dois livros de poesia: “O que se ergue do fogo” (2016, Lua de Marfim) e “Lugar-Corpo” (2017, Eufeme). Colaborou na antologia “Fronteiras Humanas – O Drama dos Refugiados” (2016, Lua de Marfim). Tem colaborações dispersas em revistas, magazines e poezines, nomeadamente: LÓGOS – Biblioteca do Tempo, Eufeme, Piolho, Estupida, Debaixo do Bulcão, Enfermaria 6, Nova Águia, Iberis e Nervo, além de ensaios e artigos de opinião. É co-coordenadora do projecto literário “LÓGOS – Biblioteca do Tempo” e co-directora editorial da revista com o mesmo nome.
Participa regularmente em eventos culturais e artísticos. Tem uma crónica com periodicidade semanal no Algarve Informativo desde Maio de 2017 e é membro autor no projecto Opinantes. Desenvolve um projecto de educação literária no âmbito da Poesia para a Infância com um grupo de 25 crianças no Jardim-de-Infância da Conceição de Faro, desde Setembro de 2017.

Filtrar por categoria: