Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

Acabou o tempo mágico

Leonora Rosado

08/08/2019 01:37

Acabou o tempo mágico
Dos sabres
Quando pousaste as tuas
Sandálias na areia
Acabou-se o fogo e o gelo
Conhece agora a liquidez
Nas tuas axilas
Neste corpo danado
Daninho rasteiro
Erva rente
Há um poente ainda
Por morar nas uvas dos
Teus lábios
Acabou-se o tempo do feno
E esse mesmo tempo
Rumina a infecta ferida do Verão