Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

A saudade

Edilde Lima de Aragão

01/06/2015 01:49

A saudade traz sempre um véu de luto,
Para mostrar que é filha da morte.
Deixa um rastro de dor por onde passa
E tem prazer em destruir a sorte.

Inventa, por maldade, uma viagem.
E vem de braço com a despedida.
É prima bem chegada da tristeza
E irmã inseparável da partida.

Sua missão na terra é maltratar,
É aumentar a dor dos sofredores,
É prazeres no mundo sepultar.

E se a saudade deixasse de existir?
Alguém a quem na vida nós amamos,
Não sofreríamos ao ver partir.