Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

A minha aldeia

Isabel Pereira Rosa

04/03/2018 02:55

A minha aldeia

Celebro o amor por tudo quanto existe.
A minha aldeia já foi um lugar triste,
abandonado, que ninguém conhecia
e onde nem água nem luz havia.
Mas hoje, mostro-a ao mundo
com orgulho:
Já corre a água nas torneiras
e não se lê à luz da candeia.
Pouco mais há, é verdade,
mas posso mostrar ao mundo
este sol, este céu, este horizonte...
A minha aldeia não é a melhor do mundo,
mas é a minha aldeia.