Para visualizar este site, favor habilitar o JavaScript no seu navegador.

A árvore de Natal

Ivana Maria Franco Ribeiro

23/12/2015 23:18

Demorei três dias para confeccionar a nossa árvore de Natal deste ano.
Galhos de uma árvore podada de uma praça próxima de casa, tecidos com linha, agulha e pipocas.
Adoro a representação poética das pipocas:...o milho mirrado e duro que se transforma na flor branca, cheirosa, saborosa que traz alegria e contentamento aos que dela desfrutam.
Neste momento em que assistimos ao apodrecimento da ética, da moral, dos valores, mantenho a esperança de um hoje transformador, transbordante e transmutado pelo Amor.
Podemos as arestas e teçamos a essência do espírito Natalino.
Desejo paz, amor, saúde e prosperidade!
P. S. Aos desavergonhados de plantão, justiça!
Quem dera em três dias...